+

BEM-VINDO AO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS

 

Câmpus Regional de Goioerê comemora 29 anos


 

Leia a matéria completa no site da Assessoria de Comunicação Social da UEM

 

 

 

 


PESAR NA CIÊNCIA NACIONAL: FALECE O PROF. ARGÜELLO, FUNDADOR DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA DE CIÊNCIAS DA UEM

 

PESAR NA CIÊNCIA NACIONAL: FALECE O PROF. ARGÜELLO

 

Docente aposentado da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Físico, Astrônomo e Argentino (que desde 1962 residia no Brasil). Este era o Prof. Dr. Carlos Alfredo Argüello (foto: Crédito: Caio Esteves/Folha Imagem) que veio a falecer neste dia 08/08/2020 e, por conta disso, infelizmente se coloca a necessidade desta nota de pesar que, antes de tudo, almeja (i) celebrar e reconhecer a sua atuação frutífera em prol da Ciência no Brasil, (ii) demarcar nossos agradecimentos em relação aos seus feitos e (iii) estabelecer nossa solidariedade em relação a sua família.

Como um dos fundadores da UNICAMP e como diretor do Instituo de Física desta instituição, o Prof. Argüello edificou em 1982 – conjuntamente com outros instituidores – o Museu Dinâmico de Ciências de Campinas (MDCC). Durante sua trajetória profissional, o exímio estudioso trabalhou com figuras indeléveis à Ciência Nacional, tais como Paulo Freire e César Lattes. Diante disso e exemplificadamente, devemos lembrar que o Curso de Licenciatura Plena em Ciências, implantado no Campus Regional de Goioerê no ano 1992, teve a sua proposta pedagógica debatida e construída por Paulo Freire e pelo memorável pesquisador que hoje homenageamos.

O Prof. Argüello, como era conhecido na comunidade acadêmica e carinhosamente tratado por seus pares, disseminou algumas sementes na UEM. Seja através da feitura da proposta pedagógica supracitada, seja por meio de sua passagem nesta universidade, entre os anos de 2001 e 2002, na condição de professor visitante.

O respeitado professor foi, reconhecidamente, um grande pesquisador e educador em nosso país (por exemplo, em determinado momento de sua carreira – de modo original e audacioso –, chegou a estudar como quarenta etnias indígenas brasileiras viam o céu, dimensionando assim, diferentes compreensões acerca deste advento natural milenarmente alvo da curiosidade humana). Do mesmo modo que se dedicou ao desenvolvimento da Física e da Astronomia em nível nacional ele se compeliu, inclusive, do fortalecimento da Ciência em escala mundial. Nesta direção, destacam-se: a) a assessoria prestada pelo Prof. Argüello ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD-ONU) e à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO-ONU); b) a sua morada no Continente Africano onde realizou muitos projetos colaborativos vinculados à construção de uma proposta curricular de Ciências.; c) e, por fim, o seu trabalho como professor visitante da Universidade do Sul da California (USC/E.U.A.) entre os anos de 1967 a 1969.

Pelo grande cidadão, educador e cientista que foi, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) e o seu Departamento de Ciências (DCI) vêm com muito pesar, mas também com grande gratidão e reconhecimento, prestar suas condolências à família do Prof. Argüello e à comunidade científica que, certamente, sentem hoje um imensa dor e, ao mesmo tempo, uma grande ânsia de celebrar a trajetória consistente, produtiva e próspera de um homem dedicado à promoção da Ciência em nosso país.


 

 

 Os docentes do Departamento de Ciências estão desenvolvendo cursos de extensão para a comunidade acadêmica e externa nessa quarentena.

 

Para mais informações sobre os cursos oferecidos, acessem a página:

https://sites.google.com/uem.br/dcinaquarentena/p%C3%A1gina-inicial


 

Acadêmico do curso de Física criou estação meteorológica no campus da UEM de Goioerê

A população de Goioerê poderá acompanhar informações relativas ao tempo em Goioerê, como umidade do ar, velocidade do vento e quantidade de chuva, graças a um projeto de conclusão de curso do acadêmico Júnior de Lima que montou uma estação meteorológica, baseada na plataforma Arduino, para monitoramento e divulgação dos dados meteorológicos na região do campus regional de Goioerê.

 Júnior de Lima e o Prof. Gabriel Dias (foto: Tribuna da Região)
Por enquanto a estação não consegue fazer a previsão do tempo, mas já ajudará a monitorar o clima que pode ser acompanhado pelo site criado: https://marpriori.github.io/estacao/dashboard que atualiza  as informações a cada 10 minutos. O site ainda está em fase de desenvolvimento para melhor entendimento a melhor consulta da população.
Veja a matéria completa no jornal on-line Tribuna da Região